A pressão alta, também chamada de Hipertensão, é o quadro clínico caracterizado pela pressão arterial igual ou maior que 14 por 9 (140 X 90mmHg). A pressão pode se elevar por diversos motivos, mas a causa principal é a contração dos vasos sanguíneos. Quando os vasos que conduzem o sangue pelo corpo se contraem, o espaço para a circulação do sangue fica menor e a pressão sobe, a elevação da pressão arterial traz diversas consequências:

A pressão alta faz mal para os vasos sanguíneos, coração, rins e cérebro.

Os vasos sanguíneos possuem uma camada fina e delicada que os recobre internamente. Quando a pressão que o sangue exerce sobre esses vasos se eleva, ocorrem danos, que quando constantes, com o passar do tempo, tornam os vasos sanguíneos mais rígidos e estreitos, podendo até entupir ou sofrer rompimentos.

Quando um vaso sanguíneo que está no coração sofre entupimento, leva à angina. A angina é um tipo de dor no peito, causada pela redução do fluxo de sangue para o coração.

Se o grau de entupimento for mais grave, leva ao infarto do miocárdio, que acontece quando o sangue não consegue mais passar por aquele vaso sanguíneo.

Quando o entupimento ou rompimento ocorre em um vaso cerebral, ocorre o “derrame cerebral” ou AVC.

Nos rins, podem ocorrer alterações na filtração e até a paralisação dos órgãos em casos mais graves.

A pressão alta é muito comum, acomete um em cada quatro adultos. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão, ela é responsável por 40% dos infartos, 80% dos derrames e 25% dos casos de insuficiência renal terminal.

As consequências da hipertensão podem ser evitadas, desde que o hipertenso conheça sua condição e faça acompanhamento médico e tratamento adequado para o controle da pressão.

Veja as dicas que a Medicativa separou para combater a pressão alta:

1 – Meça a pressão regularmente.

É importante saber como anda sua pressão arterial, por isso, pelo menos uma vez ao ano, afira-a. É simples, rápido, e ajuda a prevenir problemas mais sérios.

2 – Pratique atividades físicas.

A prática regular de atividades físicas, principalmente as aeróbias, contribuí para a melhora de todo o sistema circulatório e pulmonar. Consulte um especialista e faça uma avaliação antes de começar qualquer tipo de treino.

3 – Tenha uma alimentação saudável.

A alimentação saudável é indispensável para manter a saúde do coração e a pressão arterial sob controle.  Opte por verduras, legumes, frutas e gorduras saudáveis. Evita frituras e carnes muito gordurosas.

4 – Pare de fumar.

O tabagismo eleva a pressão imediatamente e a mantém elevada mesmo após o término do cigarro.

5 – Reduza o consumo de álcool.

Corte as bebidas da sua dieta ou consuma com muita moderação. O excesso de álcool eleva a pressão arterial, além de diversos outros malefícios.

6 – Não pare o tratamento.

O tratamento para a hipertensão deve ser contínuo. Consulte-se com seu médico regularmente e siga o tratamento por ele proposto.

7 – Evite o estresse.

O estresse é a resposta do organismo quando exposto às sobrecargas físicas e emocionais, acarretando em hipertensão e doenças cardiovasculares. Inclua atividades relaxantes na sua rotina, tenha tempo para a família e o lazer.

8 – Reduza o sal

A alimentação com excesso de sal causa retenção de líquidos, acarretando em hipertensão. Diminua o consumo de sal, substituindo parte dele por temperos naturais, como salsa e manjericão. Opte por alimentos frescos, evitando o consumo de enlatados e conservas, que possuem alto teor de sódio.