O que difere entre as farmácias de manipulação?

Todo remédio manipulado, à vista do consumidor final é igual: um frasco com cápsulas de cores vibrantes com pó dentro, normalmente branco. Praticamente não existe diferença aparente.

Este conceito também vem da compra de medicamentos industrializados em drogarias, pois uma caixa do produto X, da empresa multinacional Y, é exatamente o mesmo em qualquer estabelecimento comercial honesto. Aí neste caso o único diferencial é o preço ou serviço.

Transportar este conceito para as farmácias de manipulação é mais complexo, senão quase perigoso.

Dizer que todo remédio manipulado é igual é a mesma coisa que afirmar que qualquer pessoa vestida de branco é um médico. Estaríamos julgando apenas pelo que vemos.

Na foto acima, por exemplo, ele é químico, não é médico!
Além disto, mesmo entre os verdadeiros médicos, usando branco ou não, existem conhecimentos, diferenças e especializações significativas que os distinguem entre si.

Isto chega até ser intuitivo para nós. Então porque isto não é aplicado para os farmacêuticos e farmácias? Diferenças de formação, atualização, comprometimento não valeriam também para eles?

É exatamente este acúmulo de experiência, tecnologia, dedicação, interesse, estudo, atualização constante, bom senso, seriedade e preocupação com o próximo é que faz a real e importante diferença dentre os profissionais. A aplicação prática disto é o que torna o resultado diferente, para melhor. Porém, nem sempre visível e transparente ao paciente.